• 25 anos de voluntariado

    Durante o fim de semana de 4-5 de março, realizámos o nosso Encontro de Voluntariado Internacional em Los Molinos, Madrid, com a participação de mais de 80 voluntários, voluntárias e sócios locais da ONGD SED nos vários países em que estamos presentes, nomeadamente Guatemala, Quénia, Zâmbia ou Costa do Marfim.

    Um encontro muito emotivo para comemorar as nossas bodas de prata, no qual os nossos voluntários e voluntárias puderam partilhar as suas experiências e trocar impressões.

    “Hoje fazemos uma homenagem a todas as pessoas que têm caminhado com a SED nestes 25 anos“, dizia o nosso diretor Javier Salazar. Porque de facto na ONGD SED a aposta na formação e na promoção do voluntariado é um dos objetivos principais. Entendemos o voluntariado como um estilo de vida que oferecemos aos que querem optar por esta forma de colaboração solidária como agentes de sensibilização e transformação social.

    Os sócios locais que fizeram parte deste encontro manifestaram o seu agradecimento pelo trabalho conjunto realizado. Além disso, convidaram os participantes a viver uma experiência de voluntariado internacional, através de vários relatos de outros voluntários.

    “Estamos à espera de voluntários como da água de maio”, afirmava Jesús Balmaseda, sócio local em Guatemala. No mesmo sentido se expressou Mundo Puente, sócio local na Zâmbia: ”A chegada dos voluntários é um sopro de ar fresco tanto para os alunos das escolas em que estamos, como para os professores, e também para a Comunidade”.

    A Irmã Esther Mwaniki, sócia local da ONGD SED no Quénia, explicava que a sua experiência com os voluntários tem sido muito significativa. “Apreciam muito a cultura do Quénia e nós apreciamos muito o seu compromisso”.

    Da Costa do Marfim, a Irmã Rosa também nos contava a sua experiência através de vários relatos, insistindo também na diferença que se nota entre os/as voluntários/as que chegam da ONGD SED. “A formação é fundamental e aí a SED trabalha muito bem“.

    Ainda deste país africano, José María Romero, assinalava que os/as voluntários/as complementam sempre o trabalho realizado no terreno. Mas, como é óbvio: “é preciso ir com humildade. Não somos os salvadores de ninguém”.

    Por parte da ONGD SED, queremos agradecer a todas as pessoas que fizeram parte deste encontro: obrigado por serem voluntários, pelo vosso compromisso, porque, como dizia Javier Salazar, “partilhar é o que nos alegra o coração”.
     

    Fonte: SED ONGD

    Partilha a notícia

    Últimas notícias


    Parabéns, Marcelino

    Marcelino Champagnat, fundador do I...

    [Ler +]


    Função diretiva Compostela

    A semana provincial de novos cargos...

    [Ler +]


    Irs. Terceira Idade em Toledo

    A cidade de Toledo foi escolhida es...

    [Ler +]