Portugués (Portugal)
  • A revolução da ternura

    O Ir. Emili Turú, superior geral, acaba de publicar uma carta, dirigida aos maristas de Champagnat, por ocasião do Ano Fourvière, que terá sua culminância no próximo dia 23 de julho, quando serão celebrados os 200 anos da Promessa dos primeiros maristas.

    A carta “deseja continuar animando para o compromisso com a renovação da Igreja, a partir da perspectiva comunitária que reclama a participação ativa de todas as pessoas batizadas.”

  • Maristas Século XXI nº 10

    As páginas centrais do número dez de Maristas Siglo XXI apresentam a proposta educativa marista: um modelo educativo ao serviço das famílias. Nos tempos políticos atuais, caracterizados pela instabilidade, regressa o debate sobre a escola comparticipada. Dentro da ampla pluralidade de escolha à disposição dos pais, a Instituição Marista mostra as características que dão identidade à sua abordagem educativa.

  • Testamento Espiritual

    Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém. Aqui na presença de Deus, sob os auspícios da Ssma. Virgem e de S. José, querendo deixar conhecida a todos os Irmãos de Maria a expressão de meus últimos e mais caros desejos, recolho todas as minhas forças para redigir, de acordo com o que acredito ser mais conforme à vontade divina e mais útil ao bem da Sociedade, meu Testamento Espiritual.

  • Mensagem do Superior Geral

    A mensagem deste ano do Superior Geral para a festa de São Marcelino Champagnat, dia 6 de junho, está marcada pelo contexto da celebração do Ano Fourvière e do Jubileu da Misericórdia.

    “Champagnat e seus jovens amigos sacerdotes sonhavam com uma igreja mariana, ou seja, com entranhas de misericórdia”, sublinha o Ir. Emili Turú. “Sonhavam com uma comunidade cristã que tivesse a misericórdia como base de sua vida e missão”.

    Páginas