• A revolução da ternura

    O Ir. Emili Turú, superior geral, acaba de publicar uma carta, dirigida aos maristas de Champagnat, por ocasião do Ano Fourvière, que terá sua culminância no próximo dia 23 de julho, quando serão celebrados os 200 anos da Promessa dos primeiros maristas.

    A carta “deseja continuar animando para o compromisso com a renovação da Igreja, a partir da perspectiva comunitária que reclama a participação ativa de todas as pessoas batizadas.”

    Na carta de 2014, “O futuro tem um coração de tenda”, quando se anunciou um período de três anos de preparação para celebrar o bicentenário marista, o Ir. Emili afirmava que escreveria uma carta para cada um desses anos.

    A carta atual segue aquela publicada no ano passado, “A dança da missão”, que refletia sobre a missão marista, tema do Ano Montagne.

    Fonte: Champagnat.org

    Comparte la noticia